BLOG

EXPERHT

Dicas de Segurança Online

Seja bem vindo as Dicas de Segurança Online: Quando a internet e os computadores caseiros começaram a se popularizar no Brasil no início dos anos 2000, uma certa insegurança surgiu no assunto de proteção de dados e privacidade.

Quem nunca teve uma conversa profunda com aquele parente sobre os perigos de se usar a internet, não é mesmo? Tanto que era conhecimento popular que você precisava de um bom antivírus para navegar de forma segura, e quem aqui não tem o barulho de notificação do Avast guardado na memória?

A verdade é que segurança pessoal online é um assunto muito mais complexo hoje em dia, por isso trouxemos aqui algumas dicas para se proteger ao se aventurar na internet.

1. Mantenha o Antivírus atualizado:

Independente de qual o seu antivírus de preferência, é importante mantê-lo atualizado com as mais recentes definições de vírus para que ele saiba o que precisa combater em caso de uma possível infecção. Outra dica é que, caso use Windows 10 e 11, para uso cotidiano o Windows Defender é um antivírus mais eficiente que a maioria das opções gratuitas por aí.

2. Utilize um Sistema Operacional que ainda receba atualizações de segurança:

Com o passar do tempo, sempre nos deparamos com notícias relacionadas ao fim do suporte de alguma versão do Windows, com isso, essa versão deixa de receber atualizações de segurança e se tornam muito mais vulneráveis, por isso é importante realizar a troca do sistema operacional quando isso ocorre.

3. Cuidado ao baixar um arquivo:

É comum um software nocivo se disfarçar de um programa conhecido, ou mesmo vir em uma versão adulterada do instalador, por isso é preciso o máximo de atenção ao baixar um arquivo, não é a toa que existe o ditado de que o melhor antivírus é o próprio usuário

4. Utilize a autenticação em duas etapas:

Também conhecida como 2FA (two factor authentication), a autenticação em duas etapas garante uma segurança extra aos seus logins pessoais, exigindo um código enviado por SMS, e-mail ou gerado temporariamente em um aplicativo como o Google Authenticator, para permitir o acesso à conta, o 2FA também alerta o usuário em caso de tentativa suspeita de login.

O uso do 2FA é sempre recomendado em contas que tenham conteúdo pessoal sensível, como Facebook, Twitter, Instagram e WhatsApp.

E aí, o que achou das dicas? Me conta aí como você se protege.